Acompanhe nosso

Blog


Concurso TJPE 2016: Instituto AOCP é novo arrematante de pregão para organização da sele
09 de Setembro de 2016

Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (Concurso TJ-PE 2016) desclassificou na última segunda-feira, dia 5 de agosto, mais uma arrematante, A Sarmento Concursos, do pregão que definirá a empresa que ficará à frente da organização do concurso para o quadro de apoio do órgão. Dentro os motivos que levaram ao feito, esta a o manifesto desinteresse, em que não se encaminha à proposta de preços, a planilha de custos e os documentos de habilitação. 

Agora, o Instituto AOCP terá três dias úteis para apresentação de toda documentação exigida no edital de licitação. Ainda não há uma prazo para que essa etapa seja concluída, pois a análise segue em aberto de acordo com a necessidade das equipes do Tribunal de Justiça.

A oferta inicial será de 60 vagas para as carreiras de técnico e analista. De acordo com a minuta de contrato, os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas, acrescida de prova discursiva ou estudo de caso conforme o cargo – acesse abaixo o quadro de vagas. Os exames serão aplicados em Araripina – PE, Arcoverde – PE, Carpina – PE, Caruaru – PE, Garanhuns – PE, Jaboatão dos Guararapes – PE, Limoeiro – PE, Olinda – PE, Palmares – PE, Pesqueira – PE,  Petrolina – PE, Recife – PE, Salgueiro – PE, Serra Talhada – PE e Vitória de Santo Antão – PE.

 

O termo de referência do concurso informa, ainda, que os exames discursivos deverão ser corrigidas até 100 vezes o quantitativo de vagas oferecidas, inclusive quando for Cadastro de Reserva. A justificativa do tribunal para esse grande volume de correções é devido à grande quantidade de nomeações que ocorrem durante a validade do concurso, em virtude de reposições, conforme ocorreu nos concursos anteriores e considerando, ainda, a possibilidade de o certame ser prorrogado por mais dois anos, a critério da Administração.

A taxa de inscrição não deve ultrapassar 90,00 (noventa reais) para os cargos efetivos que exigem formação de nível superior, e R$ 70,00 (setenta reais) para os cargos efetivos que exigem formação de nível médio.

 

Como se não bastassem os atrativos da carreira e a possibilidade de milhares de efetivações durante o prazo de validade do novo concurso, há ainda o grande número de contratações que o tribunal tem o costume de realizar durante a validade de um concurso. No de 2011, mais de mil aprovados foram convocados durante a validade, que terminou em março deste ano. O número corresponde a mais de 14 vezes o de oportunidades inicialmente abertas, de 230. No de 2006 não foi diferente. Ofertando 269 vagas em edital, o tribunal convocou mais de 3,7 mil candidatos, número que representa 15 vezes a mais que a oferta de vagas imediatas

Os servidores da área de apoio desempenham importante papel no processo dos julgamentos, seja na realização de pesquisas jurídicas, na prestação jurisdicional, no aprimoramento dos processos de trabalho, na manutenção da esfera administrativa, na informatização dos serviços, entre outros tantos campos de atuação dentro TJ-PE. 

 

Os interessados já devem intensificar a preparação,utilizando o edital do concurso anterior, de 2011. As vagas foram distribuídas pelos cargos de técnico judiciário, oficial de justiça e analista judiciário, em diversas áreas e especialidades. As lotações foram nas comarcas de 15 polos de classificação do estado. A seleção reuniu 118.809 inscritos, sendo 71.728 para técnico, 37.012 para analista e 10.069 para oficial de justiça.



Fonte: http://blog.grancursosonline.com.br/concurso-tjpe-2016-instituto-aocp-e-novo-arrematante-de-pregao-para-organizacao-da-selecao/


Comentários

ENVIAR